Orquestras, concertos e diversidade musical em destaque na programação


Evento terá como destaque a participação de mais de 15 orquestras e bandas sinfônicas no Palco Principal

 

O 28º Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins, de 14 a 23 de julho nas ruas de Campinho, sede do município na região Serrana do Espírito Santo, terá como destaque a participação das orquestras no Palco Principal. Diferentemente de outros eventos musicais do país, o Festival se diferencia por abrir espaço cativo na programação para as orquestras, proporcionando visibilidade ao trabalho de muitos músicos.

Dentre as orquestras, a Sinfônica do Espírito Santo (Oses) se apresentará na abertura do evento, no dia 14 (sexta-feira), às 20h30, juntamente com o renomado pianista Wagner Tiso, sob regência do maestro Helder Trefzger. O programa incluirá obras que homenageiam Heitor Villa-Lobos, como "Mandu-Çarará", "Choro de Mãe”, e "Cenas Brasileiras", uma suíte composta por Tiso. O pianista foi um dos fundadores do Clube da Esquina, um dos maiores movimentos musicais do país. Ao lado de Milton Nascimento, que conheceu ainda criança, estudou acordeom e fez suas primeiras descobertas musicais.

Outro destaque da programação serão duas orquestras de violões, a Jovem (Música na Rede), integrante do projeto Orquestras de Violões nas Escolas da Rede; e a de Violões, Cordas & Acordes, com ambas as apresentações no sábado (15). A primeira, às 17h, é um grupo de excelência formado por alunos destacados, com regência de Phillipp Areias. Já a Violões, Cordas & Acordes, de Campo Grande (Cariacica), prevista para as 19h30, apresentará "Cordas, Cantos & Encantos", levando o público a uma viagem musical diversificada. Com instrumentos como violões, acordeom, bateria e vozes, o show promete surpresas emocionantes.

No primeiro domingo (16) do Festival, ao meio-dia, será a vez do “Vale Música Jazz Band convida Nelson Ayres". Sob a regência do maestro Eduardo Lucas, a apresentação reunirá composições e arranjos de Nelson Ayres para big band, incluindo músicas de diversos compositores brasileiros. Ayres é um renomado pianista, regente e compositor com uma carreira de 40 anos, conhecido por sua contribuição à música instrumental brasileira contemporânea. O concerto busca trazer a música brasileira para o contexto das big bands, combinando elementos da música erudita e popular.

As orquestras capixabas continuarão em evidência na segunda semana do evento. Na segunda-feira (17), às 20h, haverá apresentação da Orquestra da Escola de Música Helena Gerhardt Brickwedde (Domingos Martins), no Coreto da Praça. De volta ao Palco Principal, na quarta-feira (19), a Orquestra Acadêmica do Ifes trará um repertório diversificado que abrange desde clássicos de compositores renomados, como Verdi, Debussy e Puccini, até obras de Kohta Yamamoto, conhecido por suas contribuições em trilhas sonoras de animes japoneses. Com arranjos surpreendentes e versões épicas, o concerto contará com a participação especial do Madrigal Cantorum e dos solistas Suzana Carvalho e Eduardo Santa Clara.

O Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) virá com tudo também na quinta-feira (20), às 19h30, com a Orquestra Pop & Jazz e seu repertório diversificado de MPB, com canções e temas dos compositores do Nordeste Brasileiro, como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, João do Vale, Gilberto Gil, Djavan, entre outros. Além disso, o concerto contará com a participação especial do Trio Lubião.

E a segunda sexta-feira (21) da programação dará destaque aos alunos das oficinas pedagógicas do Festival de Inverno. Às 13h, haverá apresentação da Orquestra Sinfônica do Festival com o professor Eliseu Barros. O programa está dividido em duas partes. Na primeira, serão tocadas obras clássicas, incluindo uma suíte de G. Bizet, uma marcha de F. B. Mendelssohn e um solo de violino. Na segunda parte, haverá uma homenagem a Rita Lee e Gal Costa, com interpretações de canções populares.

Às 16h, será a vez da Big Band do Festival, com o professor Nelson Faria, numa experiência musical única. Nesse mesmo dia, ainda estão previstos Jazz Combo, Banda Sinfônica e Orquestra de Violões, todas com alunos e professores do Festival; e Coral de Trombones da Fames, este no Coreto da Praça Dr. Arthur Gerhardt.

Encerrando o Festival, no domingo (23), às 17h30 se apresentará a Banda Sinfônica do Ifes Cariacica, sob regência do maestro Frances Serpa. A banda apresentará a série de concertos temáticos "Do Cinema ao Pop", com temas clássicos de filmes e obras do Queen, Coldplay e Michael Jackson. Outras atrações aguardadas serão as bandas Júnior e de Música da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), às 19h30 e 21h, respectivamente. Realizando aproximadamente 180 apresentações anuais, a Banda de Música da PMES possui gravações de diferentes estilos musicais e se dedica não apenas a atividades militares, mas também a concertos em teatros, praças públicas e shows com artistas locais e internacionais. Com um repertório refinado e músicos de alto desempenho, busca estreitar o relacionamento com a sociedade por meio de apresentações em todo o Espírito Santo.

Programação

O 28º Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins terá uma programação diversificada, abrangendo diferentes estilos musicais, desde o erudito até o popular. Isso permitirá ao público apreciar uma variedade de gêneros musicais, ampliando sua experiência cultural. A programação completa pode ser acessada aqui no site.

A cidade de Domingos Martins, conhecida por sua beleza natural e clima ameno, proporcionará um ambiente encantador para o evento. Os concertos acontecerão em espaços públicos ao ar livre, criando uma atmosfera acolhedora e convidativa. O evento cultural não apenas valoriza a música, mas também contribui para o desenvolvimento da região, promovendo o turismo, estimulando a economia local e incentivando a formação de novos talentos musicais.

“O Festival é um dos principais palcos para apresentações de orquestras e concertos no Espírito Santo. Esse é um diferencial em relação aos outros festivais. Priorizamos a música instrumental, a arte e a pedagogia musical”, destaca a secretária Municipal de Cultura e Turismo de Domingos Martins, Rejane Entringer Ewald.

O 28º Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular é uma realização do Montanhas Capixabas Convention & Visitors Bureau, com organização da Prefeitura de Domingos Martins, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Patrocínio de Banestes, Cesan, Sebrae, E&L, Coroa, HCX, Sesc. Apoio da Fames, Yamaha, Elonline, Águia Branca e Governo do Estado.

Confira a ordem de apresentações das orquestras no 28º Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins!

Dia 14/07 (sexta-feira)- 20h30

Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) e Wagner Tiso

A Orquestra se apresentará na abertura do evento, junto com o renomado pianista Wagner Tiso, sob regência do maestro Helder Trefzger. O programa incluirá obras que homenageiam Heitor Villa-Lobos, como "Mandu-Çarará", "Choro de Mãe”, e "Cenas Brasileiras", uma suíte composta por Wagner Tiso. A suíte abrange cinco movimentos: "Mata-Burro", "Sete Tempos", "A Lenda do Boto", "Olinda Guanabara" e "Frevo", com uma duração total de aproximadamente 25 minutos.

Dia 15/07 (sábado)

- 14h

Fames Jazz Band

Fundada em 1991, é o primeiro grupo oficial da Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira (Fames). Sob a coordenação do professor Maurício Figueiredo, a banda tem como objetivo difundir o repertório das Big Bands, desenvolver arranjos e composições, formar plateia e capacitar músicos no âmbito acadêmico. No repertório do Festival, arranjos inéditos de obras de compositores como Toninho Horta, Charles Mingus e Tito Puente, entre outros clássicos do Jazz.

- 17h

Orquestra Jovem de Violões (Música na Rede)

É um grupo de excelência e de referência do projeto, formado por alunos que se destacam em suas escolas de origem. A orquestra conta com a regência do Maestro Phillipp Areias. O projeto promove a educação musical por meio do ensino coletivo de violão e prática de orquestra. Com início em 2012, atualmente está presente em 59 escolas em várias regiões do Espírito Santo, com uma média de 1.900 alunos atendidos por mês. Em 2023, mais seis escolas serão beneficiadas, totalizando 65 orquestras escolares e mais de 4.000 alunos atendidos no biênio 2022/2023. O projeto tem possibilitado que ex-alunos se tornem monitores e professores, criando uma espiral de aprendizado.

- 19h30

Orquestra de Violões Cordas & Acordes

É um projeto pioneiro idealizado pelo maestro Hugo Leonardo em 2002, com o objetivo de levar música de qualidade aos moradores e jovens da região de Campo Grande (Cariacica). Participando do Festival pela terceira vez, a orquestra apresentará "Cordas, Cantos & Encantos", levando o público em uma viagem musical diversificada. Com instrumentos como violões, acordeom, bateria e vozes, o show promete surpresas emocionantes.

Dia 16/07 (domingo)- 12h

Vale Música Jazz Band

O projeto se apresentará com o concerto "Vale Música Jazz Band convida Nelson Ayres". Sob a regência do maestro Eduardo Lucas, reunirá composições e arranjos de Nelson Ayres para big band, incluindo músicas de diversos compositores brasileiros. Ayres é um renomado pianista, regente e compositor com uma carreira de 40 anos, conhecido por sua contribuição à música instrumental brasileira contemporânea. O concerto busca trazer a música brasileira para o contexto das big bands, combinando elementos da música erudita e popular.

Dia 17/07 (segunda-feira)- 20h

Orquestra da Escola de Música Helena Gerhardt Brickwedde

Formada há três meses através da fusão de diversos grupos pré-existentes em Domingos Martins. A iniciativa visava criar uma formação musical mais ampla, proporcionando novas possibilidades e um repertório diversificado. No Festival, a orquestra apresentará quatro músicas: "A Thousand Years", "Garota de Ipanema", "Você Precisa de Alguém" e "Watermelon Man".

Dia 19/07 (quarta-feira)- 20h

Orquestra Acadêmica do Ifes

Trará um repertório diversificado que abrange desde clássicos de compositores renomados, como Verdi, Debussy e Puccini, até obras de Kohta Yamamoto, conhecido por suas contribuições em trilhas sonoras de animes japoneses. Com arranjos surpreendentes e versões épicas, o concerto contará com a participação especial do Madrigal Cantorum e dos solistas Suzana Carvalho e Eduardo Santa Clara.

Dia 20/07 (quinta-feira)- 19h30

Orquestra Pop & Jazz do Ifes

Apresentará um repertório diversificado. Fará uma coletânea de canções da MPB, com ênfase nos compositores do Nordeste, como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, João do Vale, Gilberto Gil, Djavan, Novos Baianos e Baiana System. Além disso, incluirá músicas de Chico Buarque, Marcos Valle, Edu Lobo, Gal Costa, Rita Lee e Erasmo Carlos. O Trio Lubião também fará uma participação especial no concerto.

Dia 21/07 (sexta-feira)

- 13h

Orquestra Sinfônica do Festival

Apresentará um programa dividido em duas partes. Na primeira, serão tocadas obras clássicas, incluindo uma suíte de G. Bizet, uma marcha de F. B. Mendelssohn e um solo de violino. Na segunda parte, haverá uma homenagem a Rita Lee e Gal Costa, com interpretações de canções populares. A seleção também incluirá composições de Django Reinhardt, G. Miller, H. Mancini e E. Nazareth.

16h-

Big Band do Festival

A Big Band do Festival apresentará um repertório diversificado, incluindo as seguintes músicas: "Dindi", de Tom Jobim; "Ioio" e "Brooklyn High", de Nelson Faria; "Incompatibilidade de Gênios", de João Bosco; e "É luxo Só", de Ary Barroso. Essas composições prometem proporcionar uma experiência musical única durante o evento.

Dia 23/07 (domingo)

- 17h30

Banda Sinfônica Ifes Cariacica

Fundada em 2022, é resultado do curso de extensão "Prática de Banda Sinfônica". O maestro Frances Serpa, também professor no Instituto, lidera o projeto. A banda apresentará a série de concertos temáticos "Do Cinema ao Pop", com temas clássicos de filmes e obras do Queen, Coldplay e Michael Jackson. O maestro possui experiência internacional e recebeu reconhecimentos por seus projetos musicais.

- 19h30

Banda Júnior da Polícia Militar do Espírito Santo

É um projeto sociocultural que utiliza a música como ferramenta para prevenir situações de risco social e pessoal entre crianças e adolescentes. Criado em 1999, oferece aulas de teoria musical, prática instrumental e ordem unida, divididas em diferentes níveis de capacitação. Com um corpo docente formado por profissionais da Banda de Música da PMES, o projeto atende anualmente cerca de 300 alunos da Grande Vitória. Atualmente, é regida pelo 1º tenente Marco Aurélio de Oliveira.

- 21h

Banda de Música da Polícia Militar do Espírito Santo

É uma instituição reconhecida como patrimônio cultural do Estado. Realizando aproximadamente 180 apresentações anuais, a banda possui gravações de diferentes estilos musicais e se dedica não apenas a atividades militares, mas também a concertos em teatros, praças públicas e shows com artistas locais e internacionais. Com um repertório refinado e músicos de alto desempenho, busca estreitar o relacionamento com a sociedade por meio de apresentações em todo o Espírito Santo.

Por Assessoria de Comunicação

Publicado em 05/07/2023 às 18:27. Última atualização em 07/07/2023 às 08:47.

Compartilhe esse conteúdo